Após assembleia com cerca de 600 pessoas, comunidades rurais seguem mobilizadas em defesa do transporte coletivo

Ascom PSOL Feira de Santana

O PSOL Feira esteve presente na assembleia das comunidades rurais e quilombolas dos distritos de Matinha e São José, que reuniu cerca de 600 pessoas na noite da última terça-feira (11/01), na praça do Povoado de Alecrim Miúdo. Havia a expectativa da presença do secretário de Transporte Saulo Pereira nesta ocasião, já que esse foi um compromisso firmado com as comunidades após a manifestação realizada no Terminal Central no dia 3 de janeiro, que cobrava a resolução dos problemas ligados ao transporte na zona rural do município.

Em mais um ato de desrespeito, o secretário não compareceu à reunião, mas ainda assim a assembleia das comunidades se desenrolou com falas de representações de cerca de 12 comunidades e povoados, além de apoiadores e apoiadoras do movimento. Para além da retomada imediata do serviço de transporte, foram aprovados outros encaminhamentos relacionados à condição das estradas e regularização dos horários dos ônibus.

Ainda durante a assembleia, chegou ao conhecimento do movimento a notícia de que o governo municipal se comprometeu a retomar o serviço através dos ônibus da empresa São João a partir de quarta-feira (12/01) para as comunidades de Fazenda Morro, Candeia Grossa, São José, Carro Quebrado e Santa Quitéria. Porém, além da desconfiança natural após os descumprimentos de acordos anteriores, o movimento deseja que a solução seja definitiva e não apenas temporária como sinaliza o governo.

O movimento reafirmou, ainda, que não aceitará migalhas como se fosse um favor da prefeitura a garantia de seus direitos. Continuará cobrando o compromisso formal com o atendimento de toda a pauta de reivindicação e caso as promessas verbais feitas pelo secretário não sejam cumpridas, os trabalhadores e trabalhadoras da zona rural do município retomarão as ruas e cobrarão o que é seu por direito.


Fotos: Luana Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *