Manifesto: Enquanto houver racismo, não haverá democracia

A Coalizão Negra por Direitos, formada por pessoas, organizações, entidades, grupos e coletivos do movimento negro brasileiro, lançou o manifesto Enquanto houver RACISMO, não haverá DEMOCRACIA. A iniciativa é acompanha de uma extensa apresentação de propostas de ações conjuntas e agendas para o enfrentamento real ao racismo no Brasil.

“Nós, população negra organizada, mulheres negras, pessoas faveladas, periféricas, LGBTQIA+, que professam religiões de matriz africana, quilombolas, pretos e pretas com distintas confissões de fé, povos do campo, das águas e da floresta, trabalhadores explorados, informais e desempregados, em Coalizão Negra por Direitos, viemos a público exigir a erradicação do racismo como prática genocida contra a população negra.

O Brasil é um país em dívida com a população negra – dívidas históricas e atuais. Portanto, qualquer projeto ou articulação por democracia no país exige o firme e real compromisso de enfrentamento ao racismo. Convocamos os setores democráticos da sociedade brasileira, as instituições e pessoas que hoje demonstram comoção com as mazelas do racismo e se afirmam antirracistas: sejam coerentes. Pratiquem o que discursam. Unam-se a nós neste manifesto, às nossas iniciativas históricas e permanentes de resistências e às propostas que defendemos como forma de construir a democracia, organizada em nosso programa.”

Leia, assine e compatilhe: www.comracismonaohademocracia.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *