Hoje é dia de Iemanjá!

Hoje é dia dela! Mesmo em meio à pandemia, celebramos o dia de Iemanjá buscando respeitar as medidas sanitárias e não deixamos de prestar nossa homenagem às religiões de matriz africana, tão importantes para a nossa cultura e história. Viva a resistência do povo de santo! Viva Iemanjá!

Água é minha essência, minha substância
A Natureza da força que me move
Energia em inconstância
É ciclo infindo para que tudo se renove
Água é vida e abundância

Água me acalma
É a minha temperança
Equilíbrio que me calça
Em tortuosas andanças
É o templo de minh’alma
Me embala e se embalança

Água é minha aliança
laços atados sem ser nó
Elo sutil de responsabilidades tantas
Desde a vó da minha vó
É sagrado em pujança
Ancestral e esperança
De quem não caminha só

E em tudo cabe
Na mais justa forma
Se expande, se abre
Volatiliza e se solta
Se precipita em milagres
Em gotículas amorfas

É placidez e mansidão
Fonte limpa e pura
É força e revolução
Alegria e fartura
O furor em turbilhão
Fertilidade in natura
Água é meu chão
Ela é a minha cura
Água é imensidão
E eu sou pura gratidão
De também ser gota tua

Odoiyá, mamãe sereia
O MAR – terno (materno) em minhas veias
aMar o Mar contém
Amor de sal, concha e areia
Yemonjassy, é filha de quem
É mãe de todas as cabeças.

Fábia Quele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *