Informações solicitadas pelo mandato levam à reformulação do Plano de Vacinação

ASCOM Jhonatas Monteiro

A Prefeitura e a Secretaria de Saúde precisaram reelaborar o Plano Municipal de Vacinação a partir dos questionamentos feitos pelo nosso mandato: o novo Plano é visivelmente mais consistente e inclui setores da população antes deixados de fora, como as comunidades quilombolas.

Em 19 de janeiro, com a iminência da chegada das primeiras doses de vacina ao município, a prefeitura de Feira apresentou um plano de vacinação claramente feito às pressas. O documento era vago e superficial, o que levou o nosso mandato a requerer esclarecimentos sobre 16 pontos. Na última sexta-feira (29) recebemos a resposta da Secretaria de Saúde, assim como uma segunda e melhorada versão do Plano de Vacinação.

Além das comunidades quilombolas, o novo Plano incluiu a população em situação de rua, corrigiu os números de doses para a população privada de liberdade, apresentou os locais onde a vacinação será realizada, detalhou a modalidade de atendimento domiciliar, dentre outros pontos, todos alvo do nosso questionamento anterior.

Mesmo com os limites do que é Câmara Municipal, faz diferença um trabalho real de representação popular. Tem PSOL na Câmara de Feira, em sintonia com as lutas de quem sente na pele a exploração, a opressão e a negação de direitos todos os dias!

Leia aqui a íntegra do requerimento apresentado pelo nosso mandato.

Leia aqui a resposta da Secretaria de Saúde, enviada no dia 29/01.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *