Manifestação em frente ao presídio denuncia maus tratos e cobra vacinação para pessoas privadas de liberdade

Ocorreu na manhã desta quinta-feira (29) uma manifestação em frente ao Conjunto Penal de Feira de Santana, no bairro Aviário, organizada por familiares de pessoas encarceradas e pela Frente Estadual pelo Desencarceramento. A principal reivindicação é inserção das pessoas privadas de liberdade no grupo prioritário para vacinação contra Covid-19 no estado, mas além disso também reivindicam: o reestabelecimento do direito à visita; a disponibilização de produtos de higiene – tendo em vista, sobretudo, o combate à Pandemia; e melhorias na alimentação.

A questão da alimentação é particularmente dramática. Segundo familiares, os internos não têm recebido alimentos suficientes e a quantidade que recebem tem sido servida crua ou estragada, até mesmo com “bichos”. “Um pavilhão tem cerca de 120 pessoas, mas só chega 80 quentinhas”, afirmou Elaine, da Frente Estadual pelo Desencarceramento. Ao contrário do que foi divulgado pelo governo estadual, não têm sido servidas quatro refeições diárias, mas apenas três. Um café da manhã que consiste num pão, um almoço às 11h e o café da noite, que é servido, na verdade, às 15h. Após esse horário os detentos não têm acesso a nenhum alimento até o dia seguinte.

Em resposta à manifestação, a direção do Presídio aceitou receber uma comissão composta por familiares dos detentos e uma advogada para tratar da pauta apresentada. Ainda não foram divulgadas informações sobre o resultado desta reunião.

Contato para maiores informações:
Elaine (Desencarcera Bahia)
(75) 9 9902-3354

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *