Requerimento da oposição que pede auditoria no transporte coletivo é aprovado na Câmara

Foi aprovado na última terça-feira (29) o requerimento apresentado em conjunto pelos vereadores de oposição da Câmara Municipal – Jhonatas Monteiro (PSOL), Silvio Dias (PT) e Ivamberg (PT) – solicitando ao Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia a instauração de uma auditoria para investigar questões financeiras, contábeis, orçamentárias e operacionais do contrato entre a Prefeitura e as empresas de ônibus Rosa e São João.

A situação do transporte em Feira de Santana é bastante grave. A frota foi reduzida em 2020 e ainda não regularizada, causando aglomerações em meio à pandemia de Covid-19. O direito à meia passagem estudantil também foi limitado e não é mais válido em horários de pico. Além disso, recentemente foi noticiado através da imprensa local que as empresas concessionárias retiraram ainda mais ônibus de circulação e estes foram vistos em atividade em municípios dos estados de São Paulo e Minas Gerais. A situação é limite e relembra o que ocorreu no ano de 2015, quando as empresas rescindiram unilateralmente o contrato deixando o município sem transporte coletivo por dez dias.

Diante destes fatos, os vereadores autores do requerimento avaliaram que os termos contratuais entre as empresas de ônibus e a Prefeitura precisam ser analisados de maneira inadiável, como forma garantir legalmente o cumprimento dos termos acordados e a manutenção do serviço de transporte em Feira de Santana, além de buscar a garantia de qualidade do mesmo.

É preciso dar um basta ao desrespeito com a nossa população! As empresas de transporte não podem fazer o que querem sem prestar satisfações. Seguimos em luta pela garantia do direito ao transporte público de qualidade em Feira de Santana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *