Reunião com agentes de trânsito discute dificuldades enfrentadas pela categoria em Feira de Santana

ASCOM Jhonatas Monteiro

Na última quarta-feira (6), nosso mandato se reuniu com o Sindicato dos Agentes de Trânsito do Estado da Bahia (SINDATRAN).

O sindicato apresentou as dificuldades que agentes de trânsito enfrentam em Feira de Santana, fruto da falta de diálogo com o governo municipal. Ao longo dos anos, essa falta de diálogo tem produzido uma série de problemas para a categoria, que vão desde baixa remuneração até falta de equipamentos – como viaturas – e tem implicado também em situações de insegurança viária no município pelo descumprimento de termos estabelecidos no Sistema Nacional de Trânsito.

Dentre as principais dificuldades enfrentadas pela categoria, quatro foram destacadas: a redução inicial e posterior corte no Adicional de Jornada Excedente (AJE), implicando em perda de rendimentos para a categoria no município; o acordo de cooperação entre o governo municipal e a Polícia Rodoviária Federal, que ilegalmente responsabilizou agentes de trânsito pela atuação nas rodovias federais que cruzam Feira de Santana; o recente decreto, também imposto de forma arbitrária pelo governo municipal, que atribui à Guarda Municipal responsabilidades que são próprias de agentes de trânsito; e a instituição de seleção para cargos de agente de trânsito, sendo que deveriam ser realizados concursos públicos, garantido à categoria acesso devido a um plano de carreira e estabilidade na profissão.

Diante das demandas apresentadas, nosso mandato se comprometeu a dar visibilidade a todos esses problemas na Câmara Municipal e também tomar medidas institucionais na tentativa de resolução dos impasses, a exemplo da solicitação formal de uma reunião com a Superintendência Municipal de Trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *