União das Comunidades: rede de solidariedade popular e comunitária em Feira de Santana

A pandemia do novo coronavírus escancarou a omissão do Estado brasileiro diante das dificuldades enfrentadas diariamente pela maioria da população. Frente à falta de políticas públicas que amparem a trabalhadora e o trabalhador mais pobre nesse momento de crise, a solução encontrada tem sido a solidariedade de classe, e por todo o país surgem iniciativas de auto-organização comunitária, principalmente na periferia.

Em Feira de Santana, a rede de solidariedade construída a partir do início da pandemia entra agora numa nova etapa, chamada de União das Comunidades. A iniciativa é formada por comunidades e organizações da sociedade civil feirense, que a partir dos esforços de arrecadação e distribuição de alimentos e kits de higiene nos últimos meses, passaram a se articular em núcleos comunitários para organizar suas demandas e reivindicar direitos. Até agora, mais de 400 cestas de alimentos e mais de 400 kits de higiene já foram doados em diferentes localidades do município.

Se por um lado é necessário prestar assistência imediata àqueles que mais precisam, também é urgente fortalecer a organização popular comunitária, para exigir direitos sociais frente à omissão do Estado para com os setores populares. Assim, com essa nova “cara”, a energia e os esforços somados até agora pretendem ganhar novo fôlego. O objetivo é auxiliar as famílias mais vulneráveis através da arrecadação solidária e de doações, além de organizar a luta popular por uma vida mais digna e justa para o nosso povo.

Vamos em frente! Acompanhe nossas ações, compartilhe e também colabore. Toda ajuda é muito bem-vinda!

Entre em contato por whatsapp através do número 75988857494.

ASCOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *